Pesquisa
avançada
12774 joguetes

Fé Raciocinada (a ciencia do espiritismo)

HAHGRUTRGHSOS FAZEDORES DE COMBO!

GAMEPEDIA 79:

HAHGRUTRGHSOS FAZEDORES DE COMBO!

Como os amigos sabem, evito visitar sites do tipo IGN e ainda mais a IGN nacional, pois se a original já é ruim e tendenciosa pra cacete, produzindo materias indolentes e reviews elogiosos de jogos sem salvação sob o patrocínio dos fabricantes, a versão brasileira é mais débil ainda, como costuma acontecer com as versões nacionais da maioria dos sites famosos, e cito aqui o exemplo da wikipedia. Isso acontece porque o jovem jornalista nacional costuma ter uma alfabetização ainda mais precária que o pessoal do extinto ORKUT, os caras mal conhecem português e tem uma grande dificuldade para se expressar e, quando contrariados, mesmo quando dizem os maiores absurdos, começam a usar uma linguagem mongolona diversionista cheia de termos que consideram bonitos e intimidadores e dizer que fizeram um profundo estudo científico (na wikipedia nacional, lógico) e que portanto estão certos. Mas aí os mioguios colaram este link da ign e fui lá dar um conferes pra ver se as coisas não tinham mudado e se eu não estava sendo preconceituoso:

http://br.ign.com/m/gamepedia-com-flavia-gasi/41211/feature/gamepedia-ep-79-jogos-de-luta

É um vídeo! Parece ter o patrocionio da Electronic Arts pelo símbolo ali embaixo.

O título da matéria é: "Gamepedia Ep. 79: Jogos de luta. O novo episódio do programa em que Flávia Gasi revela o que os games escondem de você."

Puxa vida, os games estavam escondendo coisas de mim, esses safados. Como posso resistir a esta tentadora CHAMADA? Pode me revelar as verdades aí, Flávia.

Lógico que até aí nada de mais, pensei, mais do mesmo de sempre, porque eu ainda era preconceituoso. Vou ler a introdução escrita pelo Pablo Miyazawa e já começa com a palavra "HADOKEN!!!" com três exclamações. É a típica linguagem infantil das revistas de videogame desde os anos 80, as ação games da vida, e eu não esperava nada diferente, porque ainda era preconceituoso. Tá aqui a seriedade de vocês: HADUUUUKO. Tudo bem, é ao que o site deles se propõe, ser uma ação games da internet, mas é interessante notar como a linguagem desse nicho não evoluiu nada desde aquela época, 30 anos atrás. Nada contra, deve ter o seu público. No primeiro paragráfo já rola uma comparação entre Pong e jogos de luta. Certo que o cara quis dizer que os jogos de duelo começaram com Pong, e não os de porrada como ele dá a entender com "a pancadaria começou com pong". Mas quem precisa de clareza neste mundo?

"Utilizando-se de argumentos, exemplos e a base teórica de sempre, Flávia faz sua parte e revela tudo o que os games escondem de você," nos diz Pablo, garantindo que ela fez uma VASTA pesquisa nos anais dos jogos de luta, na LITERATURA ESPECIALIZADA (faltam fontes) e não na wikipedia Brasil. Talvez tenha sido uma pesquisa na wikipedia usa, ? Devidamente preparado por estas promessas garantidas, cliquei no vídeo e o cenário é o típico dos omeletes da vida, a nossa considerada Flávia diante de livrinhos e bonequinhos bazingueiros em estantezinhas de colecionador. Tudo certo. Ela começa a se pronunciar não sem um certo charme gordinho que une um falar fanhoso e ligeiro a palavras um tanto incompreensiveis que me soam como "AE POVO QUI CURTI OS VIDIUGAY ARSGUSTREGUS FAZEDOR DI COM BO!" e já larga uma risadinha no melhor estilo "Não acredito que tô fazendo isso." Levo um tempo, mas o sinalzinho que ela faz com a mão me ajuda a compreender que ARSGUSTREGUS pode ser hashtag e já fico feliz com a mistura de falta de noção e elegancia modernista, percebo que estou diante de uma artista da linguagem, que o esquema aqui é uma comunicação não verbal avançada, que ela está me DIZENDO COISAS sem usar palavras. E a mensagem não parece ser "Mate seus amigos."

É o mesmo estilo consagrado do mongolino do StarGame do multishow dos anos 90, programa pelo qual tenho nostalgia e com isso Flávia, com seus gestos e piadinhas Stargame, conquistou meu coração inexistente e a partir de agora estou disposto a aceitar tudo que ela disser como verdade e chorem as invejozzas. As coisas não mudaram nada mesmo.

Levem em consideração que o baú de jogos é agora um site feminista, fomos convertidos (não pela Bel Pesce, de quem somos fãs) por este vídeo da Kate Bush cantando Hammer horror:

Deixa eu ver aqui o vídeo todo.

Primeiro rola a mesma comparação com Pong ali do texto do Pablo, garanto que ele copiu a nossa engenheira sexy de games. Se fosse "jogos de duelo tiveram origem em Pong" até dava pra entender, mas jogos de luta não. Pong não tem absolutamente nada a ver com jogos de luta, ao menos em termos de terceira dimensão. Pong é esporte, é um jogo de tênis. Ninguém está batendo ou apanhando, é apenas um jogo competitivo. E antes dos jogos de luta já existiam vários outros jogos competitivos. Mas tudo bem, é só um vídeo bestinha sobre videogames, amigos, eu pensei, quando ainda não tinha captado o sentido da coisa.

Mas eis que ela define a seguir jogos de luta como "jogos em que uma PESSOINHA tem que bater em outra PESSOINHA até uma das PESSOINHAS, bom, não morrerem, né? Mas ficarem desmaiadas ou tristes e, segundo ela, essa é a base de todos GAMES de luta. OPA! Então está certo, agora estou convencido por este profundo racicionio embasado em estudo logico e na razão, esquecam o que eu disse acima. PONG originou SIM os jogos de luta. Não apenas isso, mas essa definição é brilhante. Obrigado, Flávia Gasi. Esta definição tem que entrar agora mesmo pro termo jogos de luta no baú de jogos. Não é a toa que ela fez a faculdade dos games.

Os próximos minutos tem frases que aparentemente não fazem muito sentido, como por exemplo "os jogos tem luta tem uma arena muito limitada PORQUE você tem que ter muita habilidade nos controles e você tem combos e ataques especiais" e normalmente me fariam perguntar o que tem a ver o cu com as CALÇAS. Mas percebo uma certa cadencia hipnótica, percebo que a Flávia esta usando ali um tipo de comunicação não verbal, aliando visual, cenário, tom e pronúncia, movimentos sutis de belas e discretas rugas e musculatura abdominal para contar toda uma outra história e pensando bem, sim, tudo faz sentido, tudo está claro agora, é como a linguagem dos anjos da quarta dimensão criada pelo Alan Moore em seu livro Jerusalem, em que meia dúzia de palavras que parecem pronunciadas por um portador de severo disturbio mental se expandem em seu cérebro e se descompactam em dezenas de sentidos diversos e complementares.

Vejam por exemplo quando ela diz "o arcade (arqueide) nasceu no começo do gênero." Não é só uma aleatoriedade, aquele papo de estudo aprofundado e pesquisa não era viagem e a guria certamente não apenas já esteve num fliperama nos anos 80 e 90, como devia viver lá dentro, com todos os requintes (talvez até com o saquinho de cascola). Tem as mãos, não digo calejadas, mas acostumadas com a protuberância no topo do joystick. Estamos diante de uma pessoa experimentada, experiente, uma veterana.

A seguir seguem imagens de jogos de luta ao longo da história em uma pesquisa muito mais metodologica e cientifica do que aquelas claramente feitas na wikipedia, inclusive com imagens erradas para os jogos citados que não é apenas pra ver se vocês tão ligados, não é aquele negócio bem "EU NÃO ESTAVA LÁ E NÃO VI NADA DISSO e estou passando as informações de TERCEIRA MÃO (porque quem escreveu na wikipedia certamente também não viu nada disso)", mas é na verdade uma associação, ela quer que vocês associem essas imagens e as palavras ditas a uma terceira ideia subjetiva e quase subliminar que é o que está passando na real a informação correta. Ao término do vídeo, mesmo sem saber bem o que ouviram ou o que viram, vocês vão perceber que estão com a história dos jogos de luta na cabeça, mesmo que para acessar esta informação vocês tenham que utilizar alguns subterfugios arcanos como pensar em um triângulo azul e chamar a cobra exotérica do Rouxinol de Northampton.

Durante o vídeo posso sentir meu cérebro se eXpandindo cada vez mais, como se fosse as calças do Ron Jeremy quando as mulheres dizem para o pau dele "get up, little Ron". Sério, recomendo que vejam esses vídeos. Imagina que esse já é o 79, tem outros 78 vídeos assim. Rapaish. Se cada video tem 15 minutinho, são mais de 300 minutos de conhecimento ali pra vocês. É uma verdadeira enciclopedia apresentada de maneira descontraida, charmosona e científica, o que mais vocês querem, bando de filho da puta mal agradecido?

Tem até a parte CONTROVERSA. Acontece que ela decidiu POR BEM dizer que jogo de luta de crossover começou no fim da década de 90, e que não começou com KOF 94 (inspirado nos bonecros secretos do Art of Fighting 2 e Fatal Fury Special, no início do década de 90). Segundo a Fláviaça, Marvel vs Capcom foi o primeiro jogo de crossover, sendo que a própria Capcom já tinha outros jogos de crossover antes, como X-Man vs Street, mas tudo isso não passa de um mal entendido que ela explica claramente em duas ou três frases nos comentários. É que o cérebro de vocês ainda não alcançou o patamar necessário.

Um cara chamado Andy foi lá nos comentários e escreveu:

" Andy • há 2 dias

Boa noite.

O vídeo não ficou ruim, mas tem bastante informação errada!

Marvel vs Capcom não é nem o primeiro da série, quanto mais o primeiro crossover! Se consumisse mesmo o gênero -- como afirmou em seguida à essa gafe --, saberia de algo tão básico!

Sério, era só ter pesquisado um pouquinho mais, vai..."

A primeira resposta ao comentário, claro, é HATER. Estranhei não chamarem também de machista, porque claramente ele é misógino. Onde já se viu sugerir que o método científico da Flávia está incorreto depois de todas as provas que tivemos? Isso é loucura.

Mas outro cara (certo que é uma gangue de machistas) também achou errado e disse:

"Rogerio de Andrade • há 15 horas

Se não me engano, primeiro game de luta a ser considerado crossover foi o King of Fighters 94 da SNK.

Ele junta personagens de várias franquias e universos distintos: Fatal Fury, Ikari Warriors, Psycho Soldier e Art of Fighting.

X-Men vs Street deve ter sido o primeiro game de luta a fazer crossover entre franquias de empresas diferentes, entretanto. Acho que por isso muita gente o confunde como o primeiro crossover."

Revelamos aqui a foto desses comentaristas filhos da puta tirada pelos drones do bauru:

Mas agora que vem o PULO DO GATO. A Flávia decidiu não só RESPONDER OS COMENTÁRIOS, como defender suas frases estocastico-científicas e utilizar termos técnicos retirados diretamente da glandula localizada na área híbrida da anatomia feminina que torna as mulheres superiores aos homens (afinal, a área hibrida leva porrada e nunca quebra) para expandir também a consciencia dos infieis! A benevolencia desta heroína não encontra limites. A diversão e a iluminação tem início: converta-se:

"Flávia Gasi • há 2 dias

X-Men vs Street (1996) é considerado parte da franquia Marvel Vs. Capcom pela própria Capcom. É só pesquisar um pouquinho para descobrir algo tão básico, sério."

Como fiz o curso de meditação transcendental de 3000 dólares do David Lynch, no qual ensinam o teu mantra secreto pra tu mergulhar no teu eu interior e voltar de lá como se tivesse os bolsos recheados do mais puro ouro, vou traduzir pra vocês. Com isso ela quis dizer que ao citar Marvel vs Capcom ela estava na verdade citando toda série de jogos de luta que envolvem personagens da Marvel e Capcom. Faltou ao pessoal que viu o video a devida ELASTICIDADE mental pra adequar a informação às frases que ela fala no vídeo só porque NA REALIDADE objetiva e tridimensional ela não falou isso. Marvel vs Capcom é o título de um jogo e do jogo que aparece nas imagens quando ela cita o título, dando a entender para o pessoal limitado que não conhece as teorias já bem antigas de Einstein sobre a quarta dimensão que ela disse que aquele jogo específico foi o primeiro jogo com crossover. Claro que ela NEGA que não foi clara e transfere a culpa pela sua falta de clareza ao comentador, mandando ele ir pesquisar. Concordo com a FLÁVIA, o cara tem que pesquisar muito mais pra deixar as frases dela mais claras. Quer moleza? Saia do site da IGN, ali o pessoal é outro nível, é tudo bacharel e engenheiro. Afinal quem quer ser entendida sem deixar dúvidas não tem que falar com clareza. Quanto menos clareza, melhor. Estamos numa nova fase do ciclo solar.

O otário do Andy ainda tenta responder, sem notar que Flávia está sempre certa:

" Andy • há um dia

Flávia, a franquia é a mesma, mas não é isso o que estamos discutindo; o jogo de 1996 é anterior em tempo de lançamento e já trazia como característica, o crossover. Admita que a informação ficou errada, acontece ué!

Não fosse o bastante, nenhum jogo da série Versus foi pioneiro em trazer crossover ao gênero, pois este posto pertence ao KoF '94, que como o título entrega, veio antes.

Um abraço."

Aí a Flávia simplesmente ignora esse monte de desaforo sem sentido sobre a parte que fala de X-men vs Street e quanto ao KoF decide iluminar o rapaz:

"flaviagasi• há um dia

Fatal Fury e KOF são considerados franquias híbridas, e não crossover."

Que quer dizer EU NÃO CONSIDERO KOF jogo de luta com crossover, apesar dele ser um crossover entre fatal fury, art of fighting e outros jogos da SNK, pois estes jogos são FRANQUIAS HIBRIDAS, da mesma forma que o Laerte não nasceu homem porque gênero não existe. O pessoal parece que ainda vive nos anos 80. Bando de machista e homofobico do caralho.

O trouxa do Andy ainda tenta responder e argumentar:

"Não. KoF tem uma linha do tempo alternativa, mas a SNK não a reconhece como híbrida.

O primeiro KoF foi vendido, na época, como um crossover entre AoF e FF, tanto que as linhas do tempo originais não são consideradas em KoF pelo simples motivo de AoF se passar décadas antes.

O que ocorreu posteriormente -- mais precisamente em KoF XI -- foi uma tentativa de alcançar os acontecimentos de Garou, mas isso foi continuado."

E a Flávia ainda tem a bondade de dizer:

"Então, cara, academicamente falando, hoje em dia, esse "crossover" que você citou é conhecido como uma ferramenta de hibridismo, especialmente em games de luta. Enquanto crossover (mundos cruzados) seriam o encontro de universos de duas empresas diferentes. Essa discussão também chegou ao quadrinhos, e muitos autores andam pensando na diferença entre mundos híbridos e mundos cruzados, pelas etimologias das palavras."

Pois é. Na academia dos games, na universidade do videogame, o termo crossover é uma ferramente de hibridismo e crossover é só entre duas empresas :D Natural que o bobinho do Andy não tenha frequentado a acadimia dos games, não é bacharel e o máximo que fez foi entrar no fliperama e ter jogado, atividade impensável para um bom teório ou um bom jornalista descolado de games. Nossa querida Flávia estava ocupada demais na UNIVERSIDADE DE GAMES junto com o Dr. Evil pra não saber o que é um CROSSOVER HIBRIDO, Andy.

Mas o trouxa do Andy insiste:

"Entendo que crossover diz respeito, diretamente, a um cruzamento de universos. Nessa lógica, os universos serem de uma mesma empresa pouco importa, principalmente quando você tem uma evidência tão coesa quanto a consideração de uma nova linha do tempo que ignora as obras originais.

Bem, já me expressei sobre o que entendo ser a abordagem correta; sem pretensão de esgotar o assunto, por mim não há mais o que se discutir.

Fique bem!"

E a Flávia não curtiu essa difamação a sua importante e profunda pesquisa, claro:

"Pode pouco importar para você, você tem esse direito. Contudo, meu objetivo era argumentar sobre a questão da falta de pesquisa básica.

Concordo que todos erramos. E quando aconteceu anteriormente, falei, sim, do erro. Nesse caso, é uma discordância de vieses filosóficos, o que é diferente de estar certo ou errado. Para tanto, envolveu pesquisa, além da básica. Fique bem."

Ela não errou, vejam bem. Apenas tem um vies filosofico diferente :D

Não quis te humilhar rapaz. Ainda disse que foi só uma diferença de viés filosofico.

Ela pesquisou e na universidade dos games KOF 94 não é crossover, entenderam bem, burricos?

E marvel vs capcom dito enquanto aparecem imagens do jogo Marvel Vs Capcom não quer dizer o jogo marvel vs capcom e sim todos jogos em que a marvel enfrenta a capcom, como x-men vs street, entenderam, bando de perdedores imbecis que não compreendem a linguagem científica avançada da nossa querida ARSGUSTREGUS fazedora de combos Flávia. ADEMAIS, ela frequentou a faculdade dos games e fez pesquisa avançada. Vocês não. Ela entrevistou o pessoal lá da SNK e da Capcom pra fazer esse vídeo, como fica claro pela firmeza de PENSAMENTO que a imagem dela transmite para a camera. Idola. Cada vez mais admiro as mulheres. Roberta Wiliams, Bel Pesce, Dilm... Opa, também não vamos exagerar. Mas vocês entenderam. Eu me converti ao feminismo e já cortei fora o mijante.

Mas o bando de haters machistas não desiste nunca, olhem esse comentário horroso:

" starfox • há 2 horas

Você errou Flavia. Ponto. Simples assim. Essa conversa de hibridismo que você soltou é só pra tentar encher linguiça. Admita e todos vamos entender. Todos nós erramos, basta termos a humildade para admitir. Kof '94 é o primeiro crossover e pronto. Fikadika."

E outro machinho filho da puta:

" Rogerio de Andrade • há 2 dias

Ah... agora notei uma coisa curiosa.

A Sega produziu Heavyweight Champ em 1976, mas a imagem que aparece no vídeo é de outro jogo da mesma série produzido em 1991. O original de 1976 era todo em preto e branco."

Entre estes, estão muitos outros comentarios praticamente nazistas e homofóbicos desse tipo que, francamente, não sei como permitiram ali no site da séria IGN. Deviam bloquear esses usuários e censurar esse tipo de apologia ao ódio.

Não ligue para eles Flavinha. Se quiser comer uns cus com pau de borracha, estamos a sua disposição. Desde que tenha espinhos na ponta.

Mas graças a Deus ainda tem gente que reconhece a maestria e genialiadade da charmosa Flávinha, creio serem a maioria:

"EUH_HUE • há 2 dias

A dúvida é: hadouken ou hadoken?

Flávia Gasi há 2 dias

Ambas estão corretas, uma é a tradução em inglês, e a outra vem do japonês Ha Dou (onda ou explosão) e Ken (punho, técnica ou ataque) .

Ricardo • há 2 dias

Caramba, essa eu não sabia! Melhor explicação em anos! Parabéns!!

flaviagasi • há um dia

Oba! Obrigada"

Também me senti iluminado, valeu Flávia, vou assistir todos seus vídeos, beijão e abração, nós do bau de jogos (e da kokurukai) somos seus mais novos fãs e estamos por detrás de você em tudo. Continue sempre essa, por que não dizer, doutora em games.

" EUH_HUE Flávia Gasi • há 2 dias

Muito obrigado minha amiga. Até procurei no pai Google, mas prefiro uma informação fidedigna e de fonte confiável do povo aqui da comunidade gamer.

flaviagasi • há 2 dias

owmmm <333"

Nós também. Flávia nossa musa eterna no s2. Campeã.

Recomendo aos amigos do bauru de jogos todos os vídeos da Flávia. Ela sabe o que diz. Eu acho. E mesmo quando não parece que sabe, pode acreditar que sabe, porque ela fez a faculdade dos games, então restrinjam seus comentários filhos da puta a S2.

leia mais Fé Raciocinada (a ciencia do espiritismo)

Últimos jogos vistos

tu se acha o ardcór das parada?

se estiveres te sentindo um merda

Clique aqui