Pesquisa
avançada
12775 joguetes

Jogo recentemente visto:

Bombjack Twin

Arena

The Elder Scrolls Chapter One: The Arena

  • titulo

  • jagar tharn usurpando

  • escolha sua provincia de origem. veja, tem MORROWIND

  • achei uma chave na masmorra

  • fiz uma GATINHA NORD

  • um tesouro

  • duelando com um ratão do banhado

  • automap bom

  • outro tesouro, estou rico

  • nadando

  • cidade com neve

  • automap da taverna

  • taverna

  • uma elfa negra

  • um ferreiro CIMERIO

  • esqueletos

  • caixa com mulher pelada

Este é mais um RPG épico daqueles em que podes explorar um mundo medieval gigantesco. A principal diferança para os outros do gênero, como o clássico Might and Magic, é que neste tu controla um personagem só em vez de um grupelho. Outra diferença básica, seu, é que tinha os melhores gráficos e sons para a época.

A ação ocupa a maior parte da tela, num 3D decente, com cenários bem variados, desde masmorras e florestas até as centenas de cidades com todas suas casas, lojas, castelos e tavernas exploráveis. Tu é um magrão qualquer (claro que deves criar o personagem, escolhendo classe, sexo e outros atributos - o jogo inclui a opção de responder a um questionário para gerar o personagem, que é como aquele esquema das cartinhas do Ultima IV) que foi aprisionado numa masmorra por ter descoberto um plano de um battlemage fodanchão que aprisionou o imperador de Tamriel. Deves sair da masmorra e a quest principal é encontrar todas as partes do Staff of Chaos, que libertará o imperador. Mas a graça do jogo é ficar andando e explorando a rolete, conhecendo as centenas de cenários e fazendo quests aleatórias.

Apesar do nível elevado de detalhes, o jogo é bem simples de jogar, tem automap que permite anotações do jogador, diário de quests, lojas que mostram todos os atributos das armas e armaduras (tens que inclusive consertar as armas depois de muito tempo de uso), dia e noite, cenários com neblina e neve (mudam as roupas das pessoas de acordo com o clima), certos lugares só abrem em alguns horários, durante a noite aumenta a chance de aparecer monstros nas cidades, e nas ruas aparecem até prostitutas, e esses e outros detalhes meigos, como um calendário que causa várias influências, tornam o jogo bastante agradável.

O único problema é que devido ao tamanho imenso, as quests são bastante genéricas (bem como os diálogos) e acabam ficando repetitivas, e as cidades de cada provincia também ficam parecidas, pois a maioria é gerada aleatoriamente no inicio da partida. Mas vale a pena, o tamanho do mundo é bem maior que o das continuações (as quais restringem o jogo a apenas uma das províncias para torná-lo menos genérico). Melhor dungeon crawler que joguei nos anos 90, superando qualquer D&D e incluindo até mesmo um modo para editar magias e criá-las personalizadas. Centenas de inimigos, itens e lugares diferentes para explorar.


Este jogo foi liberado como freeware em 2004 pelo fabricante e pode ser donaldeado no site oficial.

Como curiosidade, o nome é Arena porque no projeto original o cara controlaria um grupo de gladiadores que ficaria viajando pelo mundo fictício para lutar em arenas.