Pesquisa
avançada
12782 joguetes
  • apresentação

  • dentro de uma fábrica

  • numa sacada na cidade

  • caixa

No futuro, corporações do mal dominam o mundo e as pessoas vivem em cidades com vários andares, cada qual ocupado por classe social diferente, como de costume, etc e tal.

Um MAGRÃO que é um total OUTKAST!!!!!!11! vivia nas florestas da Australia ou algo assim, criado por uma tribo indígena desde pequeno, que foi quando caiu lá em um acidente obscuro. Eis que um dia surgem homens do governo, prendem o cara e dizimam a tribo. MÃS o helicoptero em que ele está sendo transportado para a cidade cai e ele consegue fugir levando uma plaquinha com a memória do robô dele (o cara é um perito em fazer robôs ou algo assim, também).

Agora, fugindo pela cidade METÁLICA, tentando encontrar um meio de ativar seu robô, o magrão tem que descobrir o que está acontecendo antes que a polícia o recapture.

A interface do jogo consiste em CLICAR no cenário ou SELECIONAR um objeto no inventário e depois clicar no cenário com ele. As músicas são bastante hediondas e não combinam muito com o que está rolando na tela. Os diálogos são bestas e metidos a engraçadões, a dublagem é podre pra caralho e com sotaques trouxas, mas os puzzles até que são bons e a história, se não é nada de mais, também não compromete. O maior destaque são os gráficos, que foram desenhados pelo Dave Gibbons, o quadrinhista que ficou famoso por desenhar o Watchmen do Alan Moore e a série da Martha Washington do Frank Miller.

É um adventure datado, mas bonzinho para a época, que podia ter sido bem superior se tivessem dado uns INVESTES a mais na música e no desenvolvimento da história.

Peguem o jogo, que o fabricante tornou freeware (tanto a versão disquete quanto a CD) e use no SCUMM Virtual Machine que roda bem.