Pesquisa
avançada
12781 joguetes

Prisoner of Ice

Call of Cthulhu: Prisoner of Ice

  • PC DOS
  • 1995
  • CD
  • 1
  • uma sequencia de puzzle bizarro na parte mais indiana jones

  • close up de um diálogo

  • no submarino, tu é o cara de azul acariciando o periscopio

  • no quartel, indo forjar um passe na sala do comandante

  • caixa com uma promoção fantástica

Eu sempre quis jogar esse jogo, deus de que vi a propaganda feita pelo Carlos Takeshi no Shoptime. Que tristeza, meus amigos. Joguei agora.

É um adventure que se passa na segunda guerra mundial e no mundo do Lovecraft. Mas ao invés de belos lovecraftismos, temos tosqueiras trash de seriado de ficção dos anos 60. O que não chega a ser RUIM TOTAL, mas é sacanagem e de Lovecraft é daqueles que só tem citações aleatórias a Necronomicon.

Pois bem, meus miogs, tu é um oficial americano a bordo de um submarino inglês que foi resgatar um magrão na antartica e de quebra pegou umas caixas misteriosas com um MONSTRO CONGELADO DENTRO. A primeira etapa consiste em conseguir fugir do submarino quando o monstro acorda durante um ataque nazista e resolve ENGOLIR o comandante, depois temos uma seção que se passa na base militar inglesa, onde outro monstro aparece, e daí vamos a uma viagem pelo mundo no estilo Indiana Jones piorado, com nazistas e tudo, o que inclui uma pequena viagem no tempo.

O jogo é vencível sem grandes dificuldades pelo fato de ser dividido em etapas: a cada nova parte, somem os objetos e ficas restrito a alguns lugares, daí as possibilidades de interação e exploração são limitadas, o que facilita a solução.

Os gráficos são muito bons no cenário, os personagens são razoáveis, apesar da animação bisonha, mas o MONSTRO... bah, o monstro e os efeitos especiais são a fina flor da tosquice. O cara ri só de ver.

As músicas são fraquinhas e o jogo tem vozes para todos diálogos.

A história é pobre, é um pulp dos mais baratos dos anos 60, mas sem a DIVERSÃO, e não se parece mesmo com algo que o Lovecraft faria, só pega algumas citações a ele para atrair os fãs do DARK PRINCE OF PROVIDENCE. asijfiasfas. O jogo também cita o melhorzinho, mas igualmente não muito bom, Shadow of the Comet.

O pior de tudo é a apelação: da metade pro fim viram que tava ficando fácil demais e começaram a sacanear no pixel hunt e no adivinhar o que tem que fazer, tem umas sequências sem lógica nenhuma.

Vale só pela curiosidade: é o equivalente a escutar por prazer o tema de Night Trap do Mega CD.