Pesquisa
avançada
12787 joguetes

tu se acha o ardcór das parada?

Filmes Bons Filmes que vão arrebentar a boca do balão

Oblivion

The Elder Scrolls IV - Oblivion

  • oblIVion

  • veja, sou um knight, o mais nobre de TODOS combatentes, forte em corpo e caráter.

  • logzinho

  • alguns de meus SKILLS menores. morrowind tinha até medium skills.

  • meus atributos

  • falando com o padreco vermelhão ninja sobre o bauru de jogos

  • dentro do templo

  • vejam, o soldado está lendo um livro

  • estou descendo a montanha. puxa, só 75 fps em 1280x1024 com detalhes no maximo, laionel? NUNCA OUVIU FALAR DE VSYNC, FILHO DA PUTA? :D

  • saída de uma cidade

  • bermudão capinando

  • andando num cavalo

  • rachando um lobo com o machado

  • veja, está chovendo na cidade imperial

  • mesmo lugar com tempo bom nas puras 256 cores do bau de jogos

  • o bloated float

Quarto jogo desta série de RPGs épicos, gente boa.

Os gráficos e sons, como sempre, são tri bons, e a jogabilidade arcade é superior a dos anteriores, consertaram todos os defeitos das lutas do Morrowind e os combates incorporam a física de maneira adequada e agradável. Não, sério, esses gráficos pra 2006 eram a última coca-cola do deserto, meu. PS3 e XBOX360 se rendem todos e não fazem isso hoje. Outra coisa que arrumaram bastante do Morrowind é a inteligência artificiosa dos outros bonecros do mundo, agora todos tem suas próprias cousas para fazer, dormem, trabalham, comem e mazanzeiam por aí, abrem e fecham suas lojas nas horas certas e saem para roubar ou sacanear, e viajam pra outras cidades, até, enquanto no Morrowind, apesar do mundo ser mais variado visualmente, todo mundo ficava parado no mesmo lugar independente da hora. Isso ficou muito bom para a época em que foi feito e, dizem que quando viu, Hideo Kojima tentou matar sua família.

Como sempre, tu cria um magrão qualquer e vive aventuras pelo mundo do joguete.

Os defeitos especiais de sombra, grama, luz e chuva ficaram arte mesmo.

Como não poderia deixar de ser, devido aos tempos em que vivemos, é bem mais fácil que os jogos anteriores, todas quests mostram exatamente onde tens que ir, não precisa descobrir quase nada, e resolveram dar-lhe mais ênfase na main quest pro cara não se esquecer dela e ficar jogando o resto pra sempre, apesar das outras quests serem bem mais detalhadas que nos anteriores.

O mundo é mais genérico que o do Morrowind, que era practicamente um mundo alienígena que parecia Dune. Apesar de Oblivion ter os gráficos muito melhores, é tudo um medieval de sempre, com florestas, montanhas e umas cidades e lagos. As dungeons mesmo são bem pouco variadas, apesar das possibilidades de dungeon hack infinito.

Resumiram bastante as variedades de itens e ações e fodanchações para tornar mais amigável aos boçais de hoje em dia e mesmo assim o jogador padrão atual ainda se sente SOBREPUJADO pela variedade de coisas e tamanho do jogo. Tem centenas de classes, mas todas são meio genéricas e podes acabar tornando-as iguais nos níveis mais altos, entre outras piranhagens pra agradar mongol que choramingava porque Morrowind era muito complicado.

Podes roubar, andar de cavalo, pickar locks e pockets e baús de jogos, nadar, lutar na arena, apostar, fazer magias do mal, misturar ervas para fazer alquimia e questear com vontade, que se o mundo ficou mais genérico, as quests estão extremamante variadas, para distinguir o jogo dos muitos RPGs desse tipo. Pode virar vampiro, também, se fores EMO.

Na historieta bela estavas preso na masmorra imperial quando o imperador e seus guardas passaram por uma passagem secreta na tua cela pra fugir de uns assassinos. Tu vai atrás deles e o imperador morre NÃO SEM ANTES fazer algumas observações completamente EMO te pedir pra encontrar o descendente secreto e escondido dele. Daí tu faz o que quiser, e uns demonhos de outra dimensão vindos do Doom 3 começam a invadir o mundo.

Tem umas parte muito tora de combates com vários soldados em lados opostos que muito me fizeram choramingar.

Recomendo para todos os apreciadores de dungeon hack que não tem o que fazer, dá pra ficar jogando pra sempre. Eu mesmo sempre jogo 1 hora por dia. No fim de minha vida terei lucrado milhares de horas de diversão. Deixa eu ver aqui quantas horas o jogo já ta marcando desde que comecei... Mm. 758... Pourra. Vou apagar essa merda agora mesmo. FILHO! Traga o meu revólver!


Antes de acabar com tudo, devo comentar que tem filho da puta hoje chamando coisas como GTA IV e Assassin's Creed de "jogos abertos", só porque tu pode andar por um cenário grande e, no máximo, escolher a ordem em que vais fazer algumas fases. Isso não é jogo aberto, é só jogo com um mapa razoavelmente grande. Oblivion, Arena, Fallout, Darksun e Might and Magic é que são jogos abertos, pois tu pode fazer as quests que quiser ou que encontrar e não é obrigado a fazer nenhuma, fora que existem várias maneiras de completar todas elas. Fica a dica: aberto é a mãe, miogs.