Pesquisa
avançada
12271 joguetes

Jogo recentemente visto:

Pretty Soldier Sailor Moon

Alone In The Dark (2008)

Alone In The Dark 5

Alone In The Dark Near Death Investigation

  • PC Windows
  • 2008
  • DVD
  • 1
  • 3D
  • atariiiiiiiiiiiiiii... made for children...

  • ao menos pode usar lanterna e arma ao mesmo tempo, ao contrário do doom 3

  • escalamento com porcarias caindo

  • pode arrastar corpo dos zumbi e largar no fogo

  • o inventário é o casaco. veja, está vazio

  • fugindo das explosões no carro

  • procurando um EXTINTOR

  • pode dirigir estilo quarantine também

  • pode GTAzear e pular do carro

  • lançando chamas nessas aranholas copiadas do the thing

  • agora o inventário com maior erotismo e com os botões do x-rosca

Jogo que contém umas ideias boas e podia ter sido grandioso, mas é meio nas coxas e a interface bisonha prejudica tudo.

Tu é um magrão num edifício e de repente surgem uns monstros do nada pra te pegar e tens que sair dando pau em todo mundo, escapando de explosões, escalando edifícios e dirigindo carros e explorando o Central Park em busca de bobagens misticas e totêmicas para solucionar o mistério e tal, ou seja, o roteiro é bem pior do que o de qualquer clássico do Ron Jeremy. Pra ter alguma coisa a ver com o Alone Horiginal com H tu é o mesmo boneco do jogo original, que se passa mais ou menos 100 anos antes, só que sem nenhuma explicação, fora mais umas besteiras místicas aleatórias.

Os gráficos são básicos, nada de mais, e os cenários são escuros e cheios de efeitos gays de sombra e fogo, mas tinha muita coisa melhor sendo feita na época.

A música só existe uma no jogo e repete o tempo todo, é cantada pelo coral das ucranianas débeis mentais ou algo assim, então enche o saco.

Os SONS são tão nulos e burocráticos quanto o resto.

As idéias boas do jogo são o fato de o inventário ficar dentro do casaco, então tu tem que olhar pra baixo e alcançar o item que quer usar, e pode jogar fora o que não precisa pra abrir espaço pra outras porcarias, bem como pode combinar itens. Tipo isqueiro + spray pra fazer lança-chamas, garrafa de uísque com durex e pano pra fazer explosivo e outras merdas assim. Também tens que EXAMINAR teus ferimentos e aplicar curativos e podes entrar em carros na maior, no meio do jogo, pra pegar itens lá dentro, procurar a chave ou fazer ligação direta e sair dirigindo, atropelando monstros e essas artes, ou furar o tanque, espalhar gasolina no chão e tacar fogo. Legal que enquanto tu faz a ligação pode vir um monstro e te arrancar do carro pra te cagar a pau. Também podes pegar mobílias, tipo cadeiras, canos e outros itens pra usar de armas, quebrar portas ou pra tacar fogo e enxergar no escuro ou pra queimar os inimigos, que os monstros sempre tem que ser exterminados com fogo ou eles voltam.

O foda pra caralho é que tu vai alternando modo de jogo em primeira pessoa estilo Doom com modo de trás do bonequinho e isso dinamicamente, só que o PULO DO GATO pra foder bem o joguete é que tu só pode lutar no modo bonecro e só pode ATIRAR no modo primeira pessoa, então tem que ficar alternando o tempo todo até ENJOAR e ir vomitar, de tanto que a camera gira.

A variedade de inimigos também é pequena, os zumbis são legais, mas fora eles tem só uns morceguinhos e aranholas e uma gosma preta que se espalha no chão pra te engolir e que foge da luz, então tens que espantar ela com a lanterna ou com outros itens fazedores de luz. Os poucos monstrões mestres também são chinelos. Fora isso até que o jogo é grande.

Em conclusão, é um jogo vagabundo com ideias legais de combinação de objetos e de uso dinâmico de itens e veículos e de interações com o cenário, mas prejudicado por uma história de valor negativo (é tão ruim que seria melhor se não tivesse) e por uma interface e controles podrões e enjoativos, com gráficos e sons nulos. Em algumas partes eu me diverti pra caralho e pensei "Pourra, este podia ter sido um jogo bom" e em outras fui vomitar de tanto que a camera arrodiava. QUEM SABE VOCÊ PODE ATÉ GOSTAR, nas imortais palavras da msx micro.

Especialmente divertida é a parte em que tu anda de carro e a cidade inteira vai explodindo e tem que desviar de buracos surgindo do nada, edifícios cadentes e ônibus explosivos que vem voando. Por outro lado, especialmente hediondo é o fato de tu ter que APERTAR UM BOTÃO NO CONTROLE PRA PISCAR OS OLHOS de tempos em tempos no início ou a imagem vai ficando uma merda. Que idéia, meu Deus, que idéia. É como se as vezes tivessem a fim de fazer um jogo bom e às vezes quisessem sacanear e fazer qualquer merda.


Bah, agora me lembrei da ARTE MÁXIMA. O cara pode jogar com o controle do x-rosca, só que ao iniciar o jogo o CONTROLE NÃO RESPONDE. O filho da puta tem que pra tela de opções, botar pra REDEFINIR qualquer uma das teclas e aí apertar um botão no controle pro jogo te PERGUNTAR se tu quer usar o controle. Em vez de ter a opção de ir direto com controle :( É muita arte. Esconderam o bagulho.