Pesquisa
avançada
12786 joguetes
  • rei dos goblinhos estava fanfarreonando

  • quando levou uma cravada nesse bonecrinho vodu

  • perceba os 3 iii indicando que são 3 góblinhos sob seu COMANDO

  • maguinho fazendo magica na casa do bruxo

  • largando uma maça gigante no buraco

  • fortão escalando

  • sendo agredido por uma aranha

  • minha mulher é muito ESPIRITUOSA

Magnífico video joguete em que você, VOCÊ, controla 3 góblinhos utilizando o moderno mouse: um fortão que dá socos em tudo, um maguinho mangusto que faz magias, vejam só, e um terceiro que pode pegar e usar objetos. Clique num góblinho diferente para passar o controle para ele. Cada tela apresenta um novo puzzle, sendo seu objetivo PENETRAR na casa do feiticeiro para descobrir um modo de acabar com a maldição que aflige o rei dos góblinhos.

Os gráficos são cartoons belos para a época, as vozes dos góblinhos falando na linguagem goblinistica são a mais pura arte, tanto que choraminguei ao jogar pela primeira vez no Amiga, e o desafio é eólico: um dos melhores exemplares de descobrir o que tem que fazer jamais criados, contendo lógica bizarra e zootécnica. Não poderia recomendar o jogo com maior intensidade. Os góblinhos VOLTA E MEIA reagem de maneira psicótica e interagem com o cenário ou utilizam os objetos de maneiras que prejudicam eles próprios, drenando sua barra de energia coletiva a toda velocidade: experimente por exemplo usar o pitoquinho na primeira tela: o góblinho retira o item do bolso, bate insistentemente com ele na própria cabeça e perde energia. É ver pra crer, bomba bomba bomba, etc.

Obviamente esta versão em CD só tem umas musiquinhas a mais, o original em disquete não perde nada: a obra ocupa 3 mega do CD. Os outros 120 gastos vão pro audio track. Beleza, HEIM?

O que está esperando para jogar até vencer?

Um teste que desafia sua inteligência!

Jogue se for machão.

Minha mulher, que é muito espirituosa, certa feita convidou cinco pessoas para uma festa na mansão Barcellos: oferecemos 10 mil dólares para quem passasse a noite lá jogando góblinhos. As portas da mansão, feitas de aço, seriam trancadas à meia-noite, bem quando iniciasse o horário de verão, e só seriam abertas pela manhã. Caso alguém não sobrevivesse, os 10 mil seriam pagos à familia da pessoa. E a cada jogador seria entregue um revólver. Mas mal sabia ela que eu também estava jogando.