Pesquisa
avançada
12779 joguetes

tu se acha o ardcór das parada?

Atari! Ataaaahri Musicas Afu
  • vá na fogueirinha para recuperar as energias. mas isso traz de volta TODOS inimigos que já matasse, otário.

  • entrente o ratatosk, o rato gigante

  • sabe pra que eu comprei esse dragão?

  • tome uma chifrada do javali

  • equipamentos belissimos

  • patifeie com arco

  • crie um CHARACTER

  • de o cu pra maquina

  • equipe seu bonecro, fique pesado e não consiga mais correr

Que jogo, meu Deus, que jogo! Nem sabia que isso existia, mas esses dias descobri e me impressionei porque, do mesmo modo que Shadow of Colossus, muito me lembrou os jogos antigos de Spectrum em que tinha que descobrir o que fazer em um mundo enorme e a jogabilidade era fodanchada de propósito.

Crie um personagem e tal, que é um undead, e explore o mundo descobrindo o que fazer, pegando armas e armaduras e itens zibarros, descobrindo como funciona o multiplayer engenhoso, com dicas deixadas no cenário pelos outros jogadores, invasões e parcerias, atravesse vários cenários abertos com um montão de lugares escondidos pra cacete, inimigos fodalhões que te matam direto, a maioria deles gigantes, incluindo dragões e outros prazeres supremos. Cada inimigo morto tu ganha SOULS, que servem de moeda pra comprar porcarias, restaurar armas e etc e também como experiência para fazer level up nos teus atributos, escolhe ainda onde gastar. Mas não se preocupe, podes ter uns 500000 souls, se tu morrer volta pro zero na hora.

Os gráficos são decentes mas nem são grandes coisas (a não ser que jogues no pc, é claro), a música do nosso considerado Motoi Sakuraba praticamente não existe, mas o cenário é muito bom e o jogo é difícil pra cacete. Hoje em dia seria considerado hardcore das parada, mas nos anos 80 seria normal.

A história é obscura e incompreensível, tem que praticamente adivinhar onde estão escondidas as coisas e o que fazer, qualquer coisa te mata e tu perde TUDO que tem, não rola nem load, porque na morte tem save automático, se tu usa um item que não devia GASTA PRA SEMPRE e já era, ou seja, pura arte. Até as armas quebram se tu não fica arrumando. Um dos melhores jogos que joguei no último ano, grande feito o meu queco, muita diversão proporcionará, a não ser que sejas um gordines daqueles que arremessa o joystick na parede quando não consegue passar de fase, porque tem umas partes que PODERÁS inclusive jogar umas 50 vezes antes de descobrir como se passa. Corra para o gaymefaqs chorando, miog gordines!

Dois polegares estendidos.

Lá lá lá e eu que era triste, DISHCRENTE deste mundo, ao encontrar vochê reconhechi o que é felichidade meu amor...