Pesquisa
avançada
12781 joguetes

Might and Magic (PC)

Might and Magic - Book One - Secret of The Inner Sanctum

  • PC DOS
  • 1987
  • Disquete 3 1/2
  • 1
  • 3D
  • DOSbox
  • arquivo Might and Magic - Book 1 (1986).zip temporariamente indisponível
  • entrada

  • :D

  • pena que o jogo todo é basicamente texto

  • veja só! um roll que mostra todas as classes!

  • montei uma party com caracteres prontos e alguns criados

  • inicio do jogo

  • bah! os personagens novos não vêm equipados :(

  • andando pela cidade. boring!

  • comprando merdas

  • sprites e esqueletos. morra nas sprites facinho!

  • snakes! bem mais fácil!

  • lançando o spell Leather Skin (1,5). foda né?

  • com um ataque, a Paladinha2 causou 8 de dano e fez a cobra caolha cair

  • examinando estátuas invisíveis. use sua imaginação

  • se não é gay tem que castear Location e mapear!

  • outra estátua invisível que mostra a fodelancha do jogo

  • 3 guardsman

  • tem que dar search pra ver o tesouro depois do combate. que lixo

  • examinando uma dungeon

  • e uma caixa de tesouro suprema!

  • outdoors, finalmente

  • goblinhos

  • florestas

  • esqueletos invencíveis

  • game ovo!

Este é o porting do Might and Magic do Apple II para o PC-XT. Não ficou (tão) ruim, se considerarmos que foi um porting bem fiel. Logicamente, o visual textual e a interface sofrível pra caralho foram herdadas tal e qual. Para jogar os feitiços tem que ter o manual ou decorar todos eles, pois tem que dizer apenas o level e o número do feitiço correspondente. Os encontros são super vagabundeados. Só aparece o desenho da primeira criatura da fila e depois só textão durante o andamento dos encontros. Outra chatice máxima, que durou até o 3o jogo, foi não mostrar os stats das armas. Tem que lançar feitiço de identificar e depois anotar num caderninho :( Pior ainda: não tem bússola nem automap (ok, automap é coisa de puto mesmo), mas vai ter que pegar os mapas na Internet ou fazer eles na mão que é como se deve.


Este é o primeiro jogo da série, que é bem grandinho mesmo para um joguinho velho de 8 bits. O jogo é levemente baseado no AD&D, com seis classes de personagens: Knight, Paladin, Archer, Cleric, Sorcerer e Robber. Pelo visto não quiseram pagar a licença e fizeram uma adaptação chumbrega, mas cheia de detalhes legais que demonstrarei logo mais. Tu começas no Inn de Sorpigal, que é a primeira cidade e tens que explorar bem todas as cinco cidades principais para pegar informação suficiente para saber quais são as quests principais do jogo e tal. Dá para explorar um monte na rua também, mas os monstros são mais fortes e o jogo é cheio de armadilhas toras. Tem dungeons em algumas cidades e em alguns pontos da rua também, geralmente fazendo parte de alguma quest e com algum bicho fodão no final. Falando nisso, pouquíssimos encontros são fixos. A maioria é tudo aleatório com um balanço de forças meio duvidoso (tem horas que vem bicho que não tem o que fazer, senão fugir). Pior ainda é que os bichos podem te pegar durante o rest e ufa ufa ufa, que nem naquele vídeo caseiro sobre RPG onde o Ladrão come o cu do Paladino na maior.


Não tem outra maneira de ir adiante ou vencer esse jogo senão sempre tentar melhorar os equipamentos dos personagens e ir promovendo eles direto. Tem que punhetear bem no inicio, fazendo bastante combate e fugindo bastante dos bichos que são filhos da puta na maior, tipo as Sprites. Depois que os personagens estão melhor equipados e com alguns níveis mais decentes, fica mais barbada de sair pela rua. É jogo que dura bastante e eu jogaria certo agora se não fosse a interface pau no cu total, mas Quem sabe você pode até gostar?


Para deixar mais fodex ainda, o jogo todo se passa no mundo de VARN (Vehicular Astropod Research Nacelle), que na verdade é daqules mundos em cima de uma nave espacial gigante, conceito reusado por muitos RPGs. O objetivo final é derrotar um vilão alien chamado Sheltem, que é quem está fazendo toda a merdarra por lá, mas ele acaba fugindo para CRON, dando seguimento ao Might and Magic II.