Pesquisa
avançada
12774 joguetes

Jogo recentemente visto:

Video Vince and the Game Factory

Street Fighter II - The World Warrior

  • Arcade
  • 1991
  • Arcade
  • 910522
  • 2 Simultâneo
  • MAME 0.97
  • arquivo sf2.zip temporariamente indisponível
  • A apresentação é a melhor que eu já vi

  • título

  • o mapa e os 8 personagens

  • Ken defende bola de fogo do Dhalsin

  • agora Ken aprecia o lightning kick da Chun Li

  • Ryu enfrenta Zangief

  • Ryu dá um dragon punch no carro

  • chun li mostrando o rego

  • flyer

  • todo mundo

  • Chun Li choramingando e uma dica abaixo

O jogo que começou a onda dos arcades de luta com duelo.

Não é nenhuma idéia original, o visual com as barrinhas de energia até é meio Yie Ar Kung Fu e o Karate Champ já tinha duelo, mas a genialidade desse jogo reside em dois pontos:

1-Já que eles iam ter que desenhar todos inimigos e fazer os movimentos pra eles, então decidiram deixar o jogador controlar qualquer um dos oito bonecos, aumentando muito a variedade de golpes e movimentos que tens pra descobrir e usar. E quando o jogador cansa de um boneco, pode mudar pra outro. Além de que são oito finais diferentes pro jogo.

2-Os duelos ficaram decentes, porque tem boa jogabilidade, o controle é bom e são muitos golpes. Tens que pensar rápido e desenvolver estratégias pra derrotar o oponente de acordo com o estilo dele. Claro que tem uns bonecos que são vantajosos e uns golpes e manhas meio roubados, mas foda-se, isso até aumentava a vontade dos caras de descobrirem truques novos e formavam-se filas enormes diante da máquina.

Os gráficos e sons são excelentes pra época e esse jogo foi o primeiro que conseguiu um duelo de luta decente pra 2 jogadores.


Agora comentarei sobre os 12 bonecos e suas histórias meigas. Os únicos que estavam no Street Fighter 1 eram o Ryu, Ken e Sagat, a não ser que se considere o boxeador Balrog (M. Bison no japones) como o Mike do SF1. Claro que tu só vai considerar isso se tu for um IDM. :)


1 - Ryu (japão): É um lutador de karate que quer bater em todo mundo. Pronto. A melhor coisa do Ryu, na época, era fazer o shoryuken. Acertar um shoryuken no adversário era humilhá-lo. :)

2 - Ken (eua): É igual ao Ryu, só que de roupa vermelha! Ah, na verdade ele tem uma diferença, a animação da agarrada dele tem uns movimentos a mais. O mais tora do Ken é que a música do cenário dele é um plágio descarado da música Mighty Wings, que era um dos temas do filme Top Gun.

3 - Chun Li (china): A mulher do jogo. Nas continuações ela foi se tornando cada vez mais bronha, chegando ao ponto de ganhar uma bola de fogo que ela fica de quatro pra lançar. :) Chun Li quer vingar a morte de seu pai, assassinado pelo psicótico Bison.

4 - E. Honda (japão): O gordinho do prazer. O cenário dele é um banheiro e ele é um lutador de sumô. É BEM roubado. Ele quer provar que o sumô é luta de macho. Então não sei por que ele fica agarrando e espremendo todo mundo e tem esse golpe que se chama invencible head-butt.

5 - Dhalsim (índia): Esse ridículo mestre de yoga e saco de pancadas profissional tem o poder de esticar todos os seus membros. Pelo menos ele consegue satisfazer a mulher dele. Nem rola história pra ele, no fim ele só volta pra casa e acaba na maior.

6- Zangief (urss): O russo da alegria! Zangief é um lutador de luta livre que se inspirou no Mike Haggar do Final Fight. Ele tem o especial de girar os braços do Haggar (spinning clothesline), agarrões variados e o temível pilão giratório, que tira 1/3 da energia. É o único personagem que não tem golpes especiais mirabolantes. Pô, o pilão giratório não é mirabolante quando comparado com bolas de fogo e essas coisas todas. No final do Zangief rola até uma participação especial do Gorbachev.

7- Guile (eua): Guile é um militar que quer vingar seu amigo assassinado pelo M. Bison. O mais delícia é que Guile aprendeu seu golpe sonic boom quando quebrou a barreira do som a bordo de um jato.

8 - Blanka (brasil): Blanka é na verdade um americano que caiu no Brasil durante um acidente aéreo. Como o Brasil é um lugar radioativo habitado por índios canibais, Blanka virou um monstro verde peludo e semi-irracional que morde pessoas. E com as enguias da amazônia ele aprendeu a dar choques elétricos de alta voltagem! O cenário do Blanka é uma aldeia de índios brasileiros com uma cobra gigante enrolada numa árvore. Os caras realmente têm noção do Brasil.


Então tu escolhe um desses aí de cima e tens que derrotar todos os outros 7. Daí surgem os 3 mestres, que não podes controlar:

9 - Balrog (eua): É um boxeador inspirado no Mike Tyson, que luta na frente dos cassinos de las vegas.

10 - Vega (espanha): A bichinha do jogo. É o único que usa arma, uma garra de ferro. Tá sempre pulando e puteando e luta numa taverna. Dizem os caras que fizeram o jogo que ele é um toreador. Vai ver ele toreia pirocas.

11 - Sagat (tailandia): Era o mestre do SF1. Alteraram o desenho dele e colocaram uma baita cicatriz no peito pra ficar mais meigo e dizer que foi o Ryu que fez ela no fim do SF1.


Depois de derrotar todos esses, surge ainda o M. Bison, na tailandia, que é o mais esdrúxulo de todos mestres que já vi. O cara usa uma roupa que parece mistura de traje de ditador da américa central com chofer de taxi. E o pior é que ele tem poderes psíquicos e pode voar! O cara é chefe duma organização criminosa ou algo assim e, a troco de nada (sim, na época não rolava explicação pra isso), ele organizou um torneio mundial de luta.


O jogo tem ainda uns bonus stages em que destróis barris e outro em que, como no Final Fight, tu destróis um carro importado recém chegado do japão.

Gerou incontáveis continuações e imitações.


Street Fighter II - The World Warrior (Japan)

Além de ter os textos em japones, nas versões japonesas, quando tu morre, na tela de continue aparece uma frase te ensinando um dos golpes do personagem que escolheste.

E os mestres tem seus nomes invertidos:

M. Bison é o boxeador, Balrog é o espanhol e Vega é o ultimo mestre. Por algum motivo incompreensivel resolveram trocar os nomes na versão americana, tem umas pirilampas e louva-deuses que juram que é porque o M. Tyson ia processar eles por terem feito o boxeador M. Bison, mas vai saber ao certo.

Outra viagem é que no final do Guile o nome do amigo dele é Nash e não Charlie.

Outras versões:

Street Fighter II - The World Warrior (US) [910522]

arquivo sf2ui.zip temporariamente indisponível

Street Fighter II - The World Warrior (Japan) [910306]

arquivo sf2jc.zip temporariamente indisponível

Street Fighter II - The World Warrior (US) [910228]

arquivo sf2ue.zip temporariamente indisponível

Street Fighter II - The World Warrior (US) [910214]

arquivo sf2ub.zip temporariamente indisponível

Street Fighter II - The World Warrior (Japan) [910214]

arquivo sf2ja.zip temporariamente indisponível

Street Fighter II - The World Warrior (US) [910206]

arquivo sf2ua.zip temporariamente indisponível