Pesquisa
avançada
12791 joguetes

se estiveres te sentindo um merda

Clique aqui

Snatcher

Snatcher english promo

  • MSX 2
  • 1988
  • 3 Disquetes 3 1/2
  • 1
  • FMSX
  • snatcher.zip
  • os robôs malvados

  • salve-a!

  • oh, não, um snatcher está me encoxando!

  • gibson perdeu a cabeça.

  • voando no carrinho copiado do blade runner

  • TROSH

  • isabela velvet

  • a cidade

  • uma snatcher de peito de fora

  • terminator?

  • título

  • por que eles são copiões?

  • caixa

  • manual

  • manual (atras)

  • cartucho e disquetes

  • veja que belezura o Snatcher english promo

Depois de Metal Gear, Hideo Kojima fez este joguete.

É um adventure texto com gráficos animados onde escolhes comandos de uma interface textual. Existem algumas cenas de arcade em que aparece na tela tua mira e, usando o teclado numérico, atiras em alvos e inimigos.


O som utiliza um cartucho especial SCC+ que acompanhava os 3 disquetes.


A história é claramente inspirada em Blade Runner: tu é um tipo de policial que persegue bio-andróides chamados Snatchers. Eles vieram do nada, matam pessoas e, usando pele artificial, tomam o lugar delas. O primeiro caso foi descoberto num desastre de avião, onde foram encontrados restos de um Snatcher no corpo de um cientista.

Os JUNKERs, esses tais policiais, perseguem os Snatchers tentando descobrir de onde eles vieram e o que pretendem.

O jogo se passa em Neo Kobe City no ano 2047, depois que um acidente num laboratório russo dizimou a maior parte da população da Eurasia.

Gillian acordou em uma cápsula de animação suspensa e não tem memória. Junto com ele estava sua mulher, Jamie. Por não se lembrar mais de quem são, estão vivendo separados, e por motivos que apenas o manual explica, Gillian junta-se aos caçadores de Snatchers.


Os gráficos são bem legais e sombrios, com um monte de sangue, e os personagens são descaradamente copiados de filmes. Gillian é o Deckard do Blade Runner, em várias telas parece que os caras paralisaram cenas do filme e copiaram elas pro jogo. O Snatcher, graficamente é similar ao Exterminador do Futuro. As aranhas-robô são iguais as do filme Runaway, onde um policial enfrentava robôs assassinos. O caçador de recompensas Randam, que anda pela cidade, parece ser cópia do andróide Roy Batty de Blade Runner. Isso que eu me lembre, porque tem muito mais.

Rolam inclusive piadas bestas com o filme, quando por exemplo examinas a banheira de um Snatcher e o teu robô pergunta se estás procurando escamas de cobra. E o teu robô se chama Metal Gear, em referência ao jogo anterior de Hideo Kojima. Há mais referências, como o bar Outer Heaven.


Mas a história, apesar das cópias, é bem melhor que a do filme Blade Runner, e até mais complexa. O cara que fez o joguete acabou melhorando a idéia do filme. Ele inventou um monte de explicações pro funcionamento dos andróides e pra origem deles e também sobre o funcionamento das armas, veículos e da tecnologia da cidade. Claro que por ocupar apenas 3 discos, a maioria destes detalhes estão no manual original do jogo. Dumpadores tarados descobriram que algumas informações seriam colocadas no jogo (pois encontraram entradas para elas na parte de consulta de informações no computador da base do JUNKER), mas acabaram ficando de fora.


Diz Hideo Kojima em entrevistas que já tinha planejado toda a história e todos os 3 atos do jogo, mas que devido a pressão da Konami para lançar o jogo de uma vez, esta versão original conta apenas com os atos 1 e 2. Sim, não tem um final verdadeiro, não se descobre o que são os snatchers, quem é o criador deles, qual a origem do Randam, não tem a droga que eles pretendem lançar na cidade e tu só fala com a mulher do Gillian pelo telefone. O final deixa uma ameaça de continuidade, e há rumores de que pretendiam lançar o ato 3 como um jogo separado.

Durante o jogo aparecem várias dicas do ato 3, deixando claro que ele realmente estava planejado. Alguns bugs, como a falta de verificação se colocas o disquete errado quando o jogo pede outro disco, ilustram a fodancha da Konami pra apressar o lançamento do joguinho.


Alguns anos depois foi feita a versão RPG chamada SD-Snatcher, que contava toda história e alterava algumas partes dela. E depois portaram o original pra PC-Engine, colocando o terceiro ato, acrescentando vozes e as informaçãos do manual no CD do jogo. A única versão oficial em inglês é a do sega-cd, e Snatcher também foi portado para playstation, dreamcast e 3DO. Junto com a versão de MSX foi lançada a de PC88.


Outra coisa tora nesse jogo é o nível de burusera. O cara tira as calças na frente de uma guria de 14 anos e não perde a oportunidade de cheirar qualquer roupa de mulher que aparecer. Tipicamente Kojima.


Meu veredicto final:

Um bom joguete lançado apressadamente, ganhou um grande número de cultuadores. Sorte da Konami. Lançaram calendário, bonequinho e tudo que é merda pra vender.


Snatcher english promo é uma tradução do disco 1 do Snatcher. Mas o grupo de boiolas que estava traduzindo desistiu PORQUE ERA IMPOSSÍVEL.

Outras versões:

Snatcher english promo

snatprom.zip