Pesquisa
avançada
12787 joguetes
  • mel croucher é o culpado

  • soldador de dna?

  • que o pariu!

  • leia os reviews! vale a pena

review novo, por Sir Ian Mackellen:


Existe o Errado, o Mais Errado e existe isso.

Ou melhor, certas coisas não deveriam existir na natureza, como diz o meu amigo Howard. E esse jogo é uma dessas aberrações que não deixavam ele dormir direito.

Um grupo de programadores hippies fedorentos, em vez de simplesmente se chapar, decide seguir os sonhos de seu guru, um mongol delirante chamado Mel Croucher, e fazer um programa que tá mais pra um demo interativo do que pra jogo, que não importa o que tu faça, quase nada muda. E mesmo assim, não existe jogabilidade. A grande SACADA, se é que se pode chamar assim, desse hippie que não conhecia mulher, foi contratar uns aspirantes a banda psicodélica pra encher de música RUIM no estilo O horror! O horror! uma fita inteira, e é essa trilha sonora doentia que deve ser sincronizada com o jogo. Não passa duma curiosidade. De muito mau gosto.


review antigo por Pai-Mei:


aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

aaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhh aaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhh

aaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

aaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh


psicodelia, mp3 & sacanagem

cores piscantes. uma mulher correndo sobre fundo roxo. palavras como 'paz' e 'amor' andando em direção à tela...


só um comentário: parece que o jogo vinha com um cassete junto que continha a música psicodélica pra ouvir durante a partida. por que será que não vinha com o lsd que deram pros críticos falsos que escreveram na propaganda do jogo?


CTA Game of the Year award! Não fazem mais jogos como antigamente.


Sim, o jogo vinha mesmo com um cassete extra com a música, e vocês não tem idéia do quanto é doentia. Precisa ser experimentado. Peguem.