Pesquisa
avançada
12781 joguetes

Matrimelee - Shin Gouketuji Ichizoku

  • Neo Geo
  • 2002
  • Cartucho
  • Noise Factory
  • 2
  • Neorage X
  • arquivo matrimelee.zip temporariamente indisponível
  • matrimele

  • escolha um boneco dessa rodinha

  • velha mandando a dentadura gigante no buntaro

  • cachorrão vira o cu e faz keith pensar bobagem

  • veja,Rogilio! Eles não esqueceram do MSX REVIVAL!!!!!

  • o amor ao BAÚ DE JOGOS

  • 646 Megs!O que ela tá fazendo com a teta da outra?

  • os Jackson não são parte, isso é só uma homenagem.

Continuando a nova moda de ganhar dinheiro com jogos de luta de neogeo inspirados em arcades antigos, nossos amigos resolveram que o mundo já estava preparado para uma nova versão do fracassado Power Instinct, uma imitação fajuta de Street Fighter que nunca deu certo. Claro que esse foi o primeiro erro deles, que podia ter sido corrigido por uma jogabilidade decente.

Só que tanto a jogabilidade quanto gráficos, músicas e animações ficaram péssimos, muito inferiores ao que foi feito no Rage of theDragons.

Pra começar os personagens são uns merdalhões. Os únicos onde rolou um pouco de inspiração foi no que se veste de cachorro, na guriazinha heroína de anime que usa um bastão-vibrador mágico e na velhinha, lógico. Mas resolveram criar um clone da velhinha em que só mudam as cores e uns golpes e também fizeram diversos ryus, o índio-zangief, o ninja que dá pilão e muitas outras baixarias entre os 15 personagens que dá pra escolher. Também tem mais 4 secretos tirados e piorados do Rage of the Dragons (Billy, Bruce LeRoy, o padre Elias e a guriazinha do kung fu que era parceira do Jimmy) e mais um mestre, a engenhosa princesinha, fazendo o total de 20 bonecos, o que é um número impressionante e pode ter sido o responsável pelo descarado desleixo nas animações e nos efeitos dos golpes. Mas também pode ter sido a vagabundagem dos programadores, já que o KOF97 tinha muito mais e era melhor.

Pro jogo não durar muito tu só enfrenta 7 personagens, e eu não comentarei as regras esdrúxulas das barrinhas e de pedir ajuda pro juiz porque é tudo sem-graça demais pra ter algum atrativo. Talvez até role um bom duelo, mas é só isso.

Os cenários reaproveitam um monte os gráficos, alguns tem bastante detalhe e outros são bem fracos, e as músicas são um show a parte. Quando o Kotiam mencionou que era música de gay eu pensei "Bom, deve ser só mais uma trilha sonora no estilo do Rage, nada que fira os ouvidos de um admirador dos PET SHOP BOYS." Mas eu estava enganado e minha zoreia estão sangrando. Exageram. Isso é lixo puro. Calamidade.


Pronto, chega desse jogo.

Vou só explicar o título. É mistura de melee com matrimonio, meus amigos orientais. Sim. Porque a recompensa do personagem que chegar no fim do torneiro será CASAR COM A PRINCESA SISSY, a jovem garotinha de uns 10 anos (no japão pedofilia não é errado?) que luta agarrada ao baú de jogos. E se uma mulher vencer, pode ficar com o irmão trouxa da princesa. Baixaria pouca é bobagem, e os finais são menos compensadores que pular de pára-quedas na torre inclinada de piça.

Eles ainda tem a cara de pau de vender isso por 200 dólares?

Desceu o nível. Tão perdendo pra CAPCOM. Ouviu?

Capcom aqui em cima.

Playmore aqui em baixo.

Oh, sim, sim, schoc, choc, choc.


Avaliação final: Nenhum polegar. Decadência. O futuro do neo geo é duvidoso. Betty Balanço é o meu amor. Metal Slug 5 não pode ficar ruim desse jeito.


PS: Se fores um do humor ahaha-Arguinhos talvez gostes desse jogo.


PPS: Sim, a qualidade está caindo. Porque VOCÊ, Emulequeiro Safado, já levou a SNK à falência, e agora, donaldeando de graça mais este lançamento recente de neo geo, pode colaborar pra destruir mais uma companhia disposta a programar pra um videogame velho. O que está esperando? Não perca tempo.


PPPS: Descobri que colocando a máquina em modo japão, os cenários sofrem alterações sutis e as músicas viram uma verdadeira forma de arte. É impressionante, tem até a coreografia do msx. Nunca vi nada igual, merece ser apreciado. Eu sabia que havia uma jóia OCULTA neste joguinho, meu carow.