Pesquisa
avançada
12775 joguetes

Jogo recentemente visto:

After the War (msx)
  • Mega CD
  • 1992
  • CD
  • 1
  • Digitalizados
  • wGENS
  • SewerShark.zip
  • essa machorra jura que tá agradando

  • isso é o que verás durante todo jogo

  • o robôzinho gay não podia faltar

  • o gordão comendo um bauru

  • os morceguinhos

  • o foda é aguentar esse candidato ao oscar do trash

  • fazendo uma curva

  • ahá, a machorra se deu mal

  • diz que não vale a pena jogar isso.

Da mesma forma que o Night Trap, é um jogo feito originalmente pro videogame protótipo da Hasbro que ia ser produzido nos anos 80. E como sempre nesses jogos que usavam video digitalizado, a jogabilidade consegue ser pior que de Atari. O pensamento dos caras era que não deviam usar o espaço disponível no CD pra fazer um jogo decente, mas sim pra gastar com vídeos porque certamente o que a galera queria era ver filmezinho no console. Claro que é o mesmo tipo de gente que inventou o Dragon's Lair de arcade.

Em Sewer Shark é tudo tão ruim que chega a ser divertido. A história é uma coisa fantástica, tu é piloto de uma nave que voa pelos túneis do esgoto pra matar criaturas mutantes. Junto contigo vai o teu co-piloto fodanchão que não serve pra absolutamente nada, só pra falar bobagem. De vez em quando um gordinho aparece pra falar outras bobagens e por aí vai. Eis que de repente a machorra Falco descobre uma entrada pra Solar City e o gordinho, que é o dono da companhia do esgoto, se revolta e decide mandar uns robôs pra te matar, porque a cidade não foi feita pra pilotos de esgoto.

Tu controla a mira da nave e tem que matar as tais criaturas, e o jogo todo só tem 4 inimigos: um morcego que voa de um lado pro outro sem fazer nada, um ratinho amarelo que também não faz nada, um siri verde que tira tua energia se tu deixa ele passar e um robô voador que explode a tua nave se tu não mata ele. Cada tiro dado gasta energia, deves economizar.

Pro jogo não ser só isso, também podes escolher a direção pra onde tua nave vai dobrar nos túneis. Essas direções são ditas no início da fase e deves decorá-las, porque se pegares o túnel errado é game-ovo. Quando aparecer um recharge entre no lado que tem a luz verde pra ganhar um pouco de energia. Pronto, atirar e mudar de túnel já dão funções pra 2 dos 3 botões do mega drive. Pra ocupar o terceiro tem uma barra lá embaixo da tela que quando cresce muito tens que apertar C pra lançar uma bomba limpadora de radiação ou alguma merda assim. Como é bom cumprir com atividades retard num videogame.

A música é uma tosquice que repete de 15 em 15 segundos e as atuações soberbas complementadas por efeitos especiais de novela da globo me obrigam a recomendar esse jogo pra todos amiradores do trash.

Faça como eu e decore as posições onde todos monstros aparecem. Dependendo do número deles que matares, o gordinho surgirá com comidas diferentes e mais escrotas.

Resumirei agora minha avaliação numa frase: SEWER SHARK É UMA OBRA-PRIMA DO NOJO e merece figurar ao lado de Night Trap na minha biblioteca de videogames trash.

Porra, caralho. Fui botar a perna em cima da cadeira e dei um mau jeito nas bola. Isso dói.


isso aí! Com Sewer Shark tem que ser MAL jeito mesmo. É esse tipo de jogo que contribuiu para a formação dessa geração doentia de mirqueiros.


acrescento que é um jogo bastante FIÉL.


Corrigi. Uah. Ha.