Pesquisa
avançada
12791 joguetes

se estiveres te sentindo um merda

Clique aqui

The Death and Return of Superman

  • mandando visão de calor

  • opa, esse monstro de novo?

  • meia hora depois, cheguei no elevador.

  • mais 20 minutos e o mesmo monstro.

  • finalmente! um mestre.

  • opa, aí vem o doomsday!

  • era mentira! filhos da puta.

  • chega! que tédio! porra, tenha santa paciencia.

Lógico que um jogo baseado naquela horrível série de quadrinhos caça-níqueis da morte do super-homem não podia dar em coisa boa. Mas aqui eles exageraram. Se esmeraram muito pra tornar o jogo intragável. Garanto que os editores e escritores da DC participaram ativamente dando muitos palpites durante a produção, coisas como "Não está chato o suficiente ainda" e "Não dá pra tornar essa fase mais entediante?"

Super-homem luta em fases intermináveis contra clones de dois inimigos diferentes. Sim, os famosos underworlders, que nem pra botar um inimigo clássico dele se prestaram. Depois de uns 30 minutos soqueando esses clones na fase 1, o demo anuncia que vem aí o Doomsday. Oba, finalmente vou enfrentar o Doomsday. Mas começa a segunda fase e cadê o Doomsday? Só vejos dois punks diferentes. É, nesse jogo punks armados de serras são páreo pro homem de aço. Nos enganaram! Mas mato eles e o que acontece? Surgem mais três. E lá vem mais meia horinha de jogabildade irritante e desafio acerebral.

Parabéns pra grande Sunsoft, que conseguiu manter o padrão de qualidade da HQ. Coisas como a morte do Super-Homem é que estragam personagens com grande potencial e comprovam que escritor de quadrinho é tudo retardado.

Não cheguei a avançar muito pra ver se tu pode controlar Aço, o negrão que construiu uma armadura de 1000 toneladas que ele carregava numa boa pra substituir o Super-Homem.

Pra acabar: nem score os caras se prestaram a fazer.