Pesquisa
avançada
12775 joguetes

Amiga a.k.a. Oitava Maravilha (16 bits)

Ainda existem Amigas sendo usados comercialmente em redes de TV a cabo ou em TVs regionais para produção de comerciais e animações gráficas. Ainda existem empresas construindo novas versões de sistemas operacionais para ele. Placas aceleradoras pra ele ainda custam mais de 300 libras...

Os programadores do amiga gostavam de tocar musiquinha fresca e botar gráficos e demos baitolos durante o processamento dos seus aplicativos. Isto era possível porque a música e os gráficos eram processados por chips separados. O fato de todos os chipes terem nome de mulher (Agnus, Paula, etc.) mostra que esse micro foi feito para punheteiro, mesmo.

Alguns programas clássicos: "Directory Opus" (file explorer), "Pro Tracker" (tocador e editor de Modules), "Deluxe Paint" (editor e animador de bitmaps bidimensionais), "FantaVision" (precursor do Macromedia Flash), "Editor de Texto do Appetizer" (o som das teclas imitava uma máquina de escrever. merda pura) e "Infiltrator" (editor binário que fazia "DEEP SEARCH" onde ele procurava strings mesmo se elas estivessem criptografadas com métodos simples como XOR, ADD e SUB).

- Um pouco de história -

Foi criado pelo Jay Miner que dentre outras cousas criou vários chips para a Atari. Depois da Atari, para literalmente "Dar asas a sua criatividade", no início da decada de 80, ele criou uma empresa chamada "Hi-Toro" - Graças a Deus trocaram o nome logo depois para AMIGA - que trabalhou em um projeto chamado "Lorraine" que depois viria a se transformar o Amiga. Depois de uns rolos entre o Jay, Atari e a Warner Brothers, a Commodore acabou comprando tudo! - e criou o Commodore Amiga 1000.

Logo depois, a Commodore criou o que viria a se tornar seu maior sucesso: Amiga 500 que era direcionado ao "low end market", e o Amiga 2000 mais voltado ao público interessado em Workstations.

Outros modelos populares lançados foram o Amiga 3000 (workstation com Motorola 68030), e Amiga 600 (cópia do Amiga 500+ que vinha com ROM 2.0, slot PCMCIA e as vezes HD, em um case menor do que do A500).

Os últimos suspiros da Commodore, vieram com o novo chipset AGA, que trazia uma capacidade gráfica ainda melhor para o Amiga. Os modelos AGA foram Amiga 1200 (também low-end market, em um case parecido com o Amiga 500), e a workstation Amiga 4000 e Amiga 4000T (Tower) que foram os amigas mais potentes fabricados pela Commodore.

Depois da falência da Commodore em 1994, uma "Via Crucius" aconteceu com os direitos sobre o nome "Amiga". A "Amiga Inc." passou até pela Gateway 2000, e existiam rumores de que o BeOS seria portado para Amiga, mas que a Microsoft acabou "ordenando" que eles desistissem da idéia. (rumores Rogilio, é claro)

Para quem quiser conferir a OBRA, baixe o emulador WinUAE, algum kickstart (ROM do Amiga), e rodar algum demo como o Substance da Quartex ou o "Hardwired", mas tem que ficar nu na frente do computador para prestar homenagem aos programadores.

- Curiosidade -

Quando acontecia um erro fatal no Amiga (tipo uma tela Azul do windows), aparecia uma mensagem escrito "Guru Meditation". A origem dessa expressão é a seguinte: a "Hi-Toro" do Jay, teve que ficar produzindo joysticks para levantar grana para poder construir o super Amiga. Um destes devices foi o JoyBoard que era um esquema onde o usuário usava os pés. Pois bem, um jogo produzido para o tal JoyBoard foi um chamado "Zen Meditation", onde o ganhador era quem ficasse em cima do JoyBoard mexendo o mínimo possível. Quando, durante o projeto do 1o. Amiga, as cousas davam errado, os engenheiros tentavam se acalmar jogando esta porcaria, surgindo então o "Guru Meditation".

John Dog Holmes: "O hardware tinha quase tudo pra ser tora. Mas dava pra contar nos dedos da mão de um doutor honoris causa os jogos dessa coisa bizarra que eram realmente DIVERTIDOS. Foi um erro FATAL da Commodore manter essa porcaria no mercado por tanto tempo."

Sir Ian McKellen: "O Amiga tinha estilo e vocês são invejosos. Que máquina!"

Emuladores para este sistema: MESS - Multiple Emulator Super System