Pesquisa
avançada
13653 joguetes

se estiveres te sentindo um merda

Clique aqui

Sorcerian (mega drive)

Dragon Slayer V

  • começa com um textinho em ingles pra sacanear bem

  • aí está

  • logo o jogo mostra sua verdadeira face

  • escolha a aventura, tem até as EXPANSÕES!

  • vamos lá

  • um lagartauro

  • você quer

Em plena era de ouro do mega drive, portaram para esta maquininha avançada a quinta SAGA do dragon slayer, este RPG xaropão de plataforma com arcade em que controlas quatro bonecos ao mesmo tempo. A interface e os gráficos canhestros com aquele monte de texto de status que fica ocupando espaço na tela não devem nada às (per)versões de computador.

Isso me lembra uma história do Chupiça. Com vocês, o Chupiça:

"O triste dia em que deixei uma gorda chonha me buquetear :( A gorda lá toda empolgada esfregando a piroca nas teta como se fosse um sacolé e necessitando do estimulo de um tapão nos beiços e do incentivo "Buqueteie duma vez, gorda ishcrota." Aí ela resolveu colocar a camisinha com a boca, esta coisinha provocante de 130kg. Para sacaneá-la fui até o SUS, peguei uma camisinha de adolescente especial para paus de 5cm (no SUS criança tem que exercer seus direitos sexuais) e DEI-LHA pra gorda botar com a boca. Esticou e esticou e de repente SALTOU e bateu na garganta dela. Além de engolir a camisinha adolescente, a gorda morreu sufocada. Mas o bom mesmo é buquete de bicha, amigos, bicha é que sabe boquetear bem."

O quê? fomos enganados? O Chupiça era HSH?

Nesse momento tivemos que aplicar-lhe o rebolo corretivo e exigir explicações.

Esta história continua no próximo review.

Agora vou aproveitar este espaço para deixar um recado do Reinaldo Azevedo:

Meu blog está na Internet, e a última coisa que vou fazer é fingir que a Internet não existe. Circula com força o post publicado por Lauro Jardim, a saber:

“Depois de onze anos, Eurípedes Alcântara está deixando a direção de redação da revista ‘Veja’. André Petry, ex-chefe da sucursal de Brasília e ex-correspondente em Nova York, assume o posto. Haverá mudanças também na editora Abril. Será anunciado amanhã o nome do novo presidente da empresa, Walter Longo.”


Eu nunca pergunto quem manda. Eu tenho tantos patrões que não me resta tempo para fazer a vontade de cada um deles. Faço a minha. Como sempre fiz.


Mantenho contratos com a Abril, com a Folha, com a Jovem Pan e com a Rede TV. Em breve, uma TV a cabo integrará a multidão.


Os petralhas resolveram invadir o blog: “Ah, agora você vai ver…”.


Eu não vou ver nada!!! Eu só continuarei a ver aqui as quase 700 mil visitas por dia.


Eu vou continuar a fazer o meu blog. Na Abril ou em outro lugar qualquer.


Eu sei que os petralhas não estão preparados para a possibilidade de alguém realmente acreditar nos fundamentos da economia de mercado.


Mas eu acredito.


Mantive um ótimo relacionamento, nesses anos todos, desde 2006, com Eurípedes. E me orgulho da nossa amizade e da nossa relação profissional e pessoal.


E a Abril sabe o que faço e o que continuarei a fazer. Serve? Ótimo! Não serve? Ótimo também! Exalto os quase nove anos até aqui.


Caso as coisas terminem aqui, não integrarei a enorme fila dos idiotas que saem da VEJA para atacar a VEJA.


Não conheço nada mais mixuruca, ressentido e escravo do que sair por aí falando mal de ex-patrões.


Prefiro cuidar de contratos dignos com novos patrões. Para escrever e falar as coisas nas quais acredito, não aquelas nas quais eles acreditam.


Eu não brinco de crer no que creio, se me permitem a graça. Eu sou fundamentalista.


Meu blog continuará na VEJA enquanto a revista quiser, enquanto eu quiser, enquanto ambos quisermos.


Adaptando Fernando Pessoa, “sou rei(naldo) absoluto da minha simpatia”.


Tá bom assim para os petralhas?


E agora fica uma dica da Lea T: Não façam mudança de sexo, pois podem se arrepender e uma vez sem rola, não há como ela ficar estumecida com a mulata.