Pesquisa
avançada
13306 joguetes

tu se acha o ardcór das parada?

Filmes que vão arrebentar a boca do balão Filmes Bons

Ballblazer (Atari 5200)

  • Apresentação

  • Durante o jogo

  • Capa do manual

  • Cartucho

Um dos poucos jogos que não foram afetados pelos lamentáveis controles do 5200.


Estamos em 3097, e o esporte chama-se Ballblazer e, pela primeira vez,

um terráqueo conseguiu chegar na fase final do torneio. O manual

apresenta uma entrevista fictícia com Arboster, que parece ser o Pelé

desse esporte, e dá várias dicas da dinâmica do jogo (além de fazer

pouco caso dos terráqueos). Os competidores degladiam-se controlando

uma espécie de veículo e devem arremessar a bola no gol adversário.

Gols feitos de longe valem mais pontos. Ganha quem fizer 10 pontos ou

marcar mais pontos antes de zerar o cronômetro. Pode-se jogar contra o

computador, em nove níveis de dificuldade, ou contra outro jogador.


Particularmente, achei uma jogabilidade bem interessante, diferente do

que havia na época. O campo de jogo é num ambiente 3D e a tela

dividida em dois, cada parte da tela é a visão de um dos competidores.

Pode ser um pouco difícil de se acostumar no início, como o cenário é

grande leva um tempo até aprender a se situar no campo e não perder a

bola de vista. Outro detalhe interessante é em relação aos gols. Eles

possuem tamanho variável, quanto mais pontos um competidor tem, menor

fica o gol onde ele faz os pontos, funcionando como uma espécie de

handcap.


Conclusão, é um bom jogo que soube aproveitar bem os recursos do 5200,

inclusive os controles. Mas não bom o suficiente para salvar a pífia

reputação do console.


Contra o computador pode-se escolher entre 9 níveis de dificuldade. A partir do nível 6 o computador fica extremamente roubado, acho que não passaria num anti-dopping. Eu consegui vencê-lo no nível 9, acho que nem é necessário dizer que quem é macho deve fazer o mesmo. Já garanti minha masculinidade. E você?